Ficha Técnica

Área de Intervenção
Cuidados básicos de saúde em contexto de rua.
Duração
Desde Dezembro de 2016 – a decorrer
Localização
Lisboa
Descrição

: Os factores que estão na origem do fenómeno da população sem-abrigo são múltiplos, originando um patamar de vulnerabilidade social que favorece a ocorrência de condições precárias de saúde. A desvalorização dos cuidados preventivos de saúde ocorre em função de necessidades mais imediatas, como a alimentação e conforto. A resposta a necessidades de saúde é determinada pela evolução da patologia para estádios mais avançados, em que a resposta se torna urgente. Com a deliberação n.º 629/CM/2015 torna-se necessário implementar no concelho de Lisboa uma Equipa Técnica de Rua Especializada na área da Saúde. A nossa equipa interfere directamente na vida das Pessoas sem Abrigo(PSA), através da concertação e flexibilização das respostas existentes, implementando novas respostas adaptadas à realidade social. A Equipa Técnica de Rua para a Saúde assegura assim uma resposta de intervenção de proximidade e de apoio à saúde das PSA.

Objectivo Geral

Promover a equidade e o acesso a cuidados de saúde à população sem-abrigo na cidade de Lisboa.

Objectivos Específicos

1. Aumentar em 70% o acesso a cuidados básicos de saúde à população sem-abrigo na cidade de Lisboa, no período de um ano;
2. Aumentar em 30% o acesso da população sem-abrigo, ao rastreio do VIH, hepatite B e C, Sífilis, TA e Diabetes no período de um ano;
3. Aumentar em 50% o acesso às estruturas de referência do SNS no período de um ano.

Público-Alvo

Pessoas em Situação de Sem Abrigo na cidade de Lisboa

Recursos Humanos

Coordenadora/Psicóloga; Enfermeira; Auxiliar de Saúde; Técnica de Serviço Social; Voluntários médicos e de outras áreas de formação.

Parceiros
Fórum VIH/SIDA
GIPSA - equipas de rua/PSA
Instituto de Higiene e Medicina Tropical
Instituto Politécnico de Setúbal - Escola Superior de Saúde.
NPISA Lisboa
Perto LX (CML) - equipas de rua/toxicodependência
Rede Alargada de Instituições para o Acolhimento e Integração de Refugiados e Requerentes de Asilo
Rede de Rastreio
Rede de Trabalho Sexual
Rede Social de Lisboa
Financiadores

- Câmara Municipal de Lisboa;
- Instituto de Segurança Social;
- Fundos Próprios.

Actividades

1. Realização de consultas médicas e de enfermagem, com cobertura de toda a cidade, promovendo os cuidados de saúde básicos, necessários à população em situação de sem-abrigo.
2. Resposta às sinalizações de saúde efectuadas pela CML e/ou NPISA;
3. Realização encaminhamentos para as unidades de saúde adequadas;
4. Articulação com as Equipas Técnicas de Rua no âmbito da intervenção integrada promovida pelo Núcleo de Planeamento e Intervenção Sem-Abrigo – NPISA;
5. Avaliação da situação de risco/perigo, que pode comprometer a vida da pessoa em situação de sem-abrigo, diligenciando no sentido de se promover a sua avaliação pela Autoridade de Saúde Pública;
6. Realização de rastreios e testes rápidos nomeadamente: VIH, Hepatites B e C, Sífilis, HTA e diabetes;
7. Recolha de anamnese de forma a despistar potenciais situações de tuberculose e pneumonia;
8. Acções de Informação e sensibilização a pessoas sem-abrigo, para a importância do autocuidado em saúde;
9. Apoio medicamentoso às situações que requeiram este apoio;
10. Colaboração com o NPISA e outras entidades de saúde, para a realização de um diagnóstico geral de saúde das pessoas em situação de sem-abrigo e posterior actualização;
11. Participação nos Conselhos de Comunidade dos Agrupamentos dos Centros de Saúde.

Resultados

Aumento do número de pessoas sem-abrigo com acesso a cuidados básicos de saúde.