RSS Facebook Twitter YouTube BlogSpot
SIGA-NOS
RECEBA A NOSSA
REVISTA FACE
insira o seu endereço electrónico

Rede MdM Internacional

 

PROJECTOS NACIONAIS 



Apoio à população excluída - Unidade Habitacional de Santo António





Duração:
A decorrer. 
País: Portugal. 
Localização: Porto. 
Áreas de Intervenção: Imigrantes em Centro de Detenção do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF). 



Contexto
A Unidade Habitacional de Santo António é um Centro de Instalação Temporária para o acolhimento de cidadãos estrangeiros e apátridas. Iniciou actividade a 19/05/2006. Localiza-se na cidade do Porto e tem como principal objectivo acolher cidadãos estrangeiros sujeitos a uma medida de afastamento do território português, realizada pelas autoridades competentes. O SEF (Serviço de Estrangeiros e Fronteiras) é o responsável pela unidade e conta com a colaboração de três ONG: JSR Portugal (Serviço Jesuíta aos Refugiados); OIM (Organização Internacional para as Migrações) e Médicos do Mundo (MdM). 
Durante o período de permanência (máximo de 60 dias) os utentes têm à disposição vários serviços: apoio social, psicológico, jurídico e médico. É no apoio médico que a Médicos do Mundo colabora com esta unidade, desde o seu início.

Objectivo Geral 
Assegurar os cuidados de saúde aos utilizadores da Unidade Habitacional de Santo António.

Objectivos Específicos
- Aumentar o acesso dos utilizadores aos cuidados de saúde.
- Aumentar o conhecimento dos funcionários da Unidade Habitacional de Santo António em relação aos cuidados a ter com os utilizadores para garantir a continuidade dos cuidados iniciados pela equipa de saúde.

População-Alvo
Pessoas imigrantes em processo de afastamento coercivo do território Português.

Recursos Humanos
Profissionais de saúde em regime de voluntariado (médicos e enfermeiros).

Financiadores
Projecto executado exclusivamente com apoio de voluntários. 

Parceiros
- Organização Internacional para as Migrações.
- Serviço de Estrangeiros e Fronteiras.
- Serviço Jesuíta aos Refugiados.

Actividades/Resultados
- Actividades de educação para a saúde dinamizados.
- Consultas clínicas e de enfermagem realizados. 
- Regimes terapêuticos instituídos.