RSS Facebook Twitter YouTube BlogSpot
SIGA-NOS
Rede MdM Internacional

Missão Esperança

Após os incêndios que fustigaram o Pinhal Interior no dia 17 de Junho, a Médicos do Mundo (MdM) recebeu um apelo oficial por parte do Município de Castanheira de Pera para ajudar a comunidade local, uma vez que o Executivo então vigente não dispunha dos conhecimentos e da experiência fundamentais para dar respostas a tamanhas necessidades.

A 22 de Junho, a Médicos do Mundo constituiu uma equipa e entrou no terreno para apoiar as vítimas dos incêndios, assumindo a coordenação logística dos bens doados e do voluntariado, baptizando esta missão como "Missão Esperança". A fase de emergência, que terminou a 7 de Setembro de 2017, e que tem agora continuidadade, mobilizou mais de 1500 voluntários e inúmeras organizações e entidades que quiseram contribuir para fazer renascer a Esperança em Castanheira de Pera. 

Bookmark and Share
 


créditos: Catarina Névoa

 


créditos: Catarina Névoa


A 15 e 16 de Outubro, Portugal voltou a ser assolado pelas chamas e a devastação causada não nos ficou indiferente. A organização foi chamada para o terreno para ajudar as pessoas locais em Santa Comba Dão e em Oliveira de Frades, tendo sido replicada a primeira missão de emergência humanitária em território nacional da Médicos do Mundo.

A Missão Esperança é possível graças à solidariedade da sociedade civil que, desde o primeiro dia, se mobilizou para ajudar quem mais precisava e precisa. Juntos, vamos fazer renascer a Esperança às populações afectadas pelos incêndios.


 Voluntarie-se. Junte-se a nós.  Contribua e ajude quem mais precisa


 Castanheira de Pera            Santa Comba Dão       Oliveira de Frades            
 


créditos: Catarina Névoa




créditos: MdM

 


créditos: MdM


Contactos:


Voluntariado individual e corporativo: paulo.silva@medicosdomundo.pt | maria.sousa@medicosdomundo.pt
Parcerias e doações: antonio.neiva@medicosdomundo.pt





créditos: Paulo Santos


créditos: Catarina Névoa


créditos: Catarina Névoa


créditos: Catarina Névoa


créditos: Paulo Santos

Bookmark and Share